EXECUÇÕES SUMÁRIAS

Policial militar à paisana reage à bala a um suposto assalto e mata jovem de 23 anos, na Penha (zona leste de São Paulo)

Voltar
 

 Data: 30 de outubro de 2005
Local:
Rua Dr. Almeida Nogueira, Penha, (zona leste de São Paulo)
Vítima: Cosmo Bezerra Santiago, 23 anos
Agente do Estado
: um policial militar da 3ª Companhia do 29º Batalhão da Polícia Militar, à paisana, não identificado

Relato do caso: Na noite do dia 30 de outubro, às 23h20, um policial militar à paisana,  lotado na 3ª Companhia do 29° Batalhão da Polícia Militar, trafegava na sua caminhonete Saveiro pela Rua Dr. Almeida Nogueira, no bairro da Penha (zona leste de São Paulo), quando teria sofrido uma tentativa de assalto feita por três rapazes. Em sua versão, apesar de ler levado um tiro no rosto, reagiu e matou justamente o que tinha atirado contra ele. Os outros dois rapazes fugiram a pé, mas foram apanhados em seguida por outra viatura. O rapaz assassinado chamava-se  Cosmo Bezerra Santiago, de 23 anos.

Situação da investigação:  O policial militar ferido no rosto foi atendido no Pronto-Socorro Oswaldo Faustino e seu ferimento era leve, ficou logo fora de perigo. Não há notícia de investigação sobre a morte de Cosmo. Casos como esse são encarados pela polícia como “resistência seguida de morte” e não há nenhuma investigação a respeito.

Fonte: Agência Estado (31/10/2005)