O que é

 

CHACINAS

Voltar

Chacina do Jaraguá (zona norte de São Paulo) - Na 13ª chacina do ano, em Jaraguá, região de Perus (zona norte da cidade de São Paulo), são mortos sete jovens, entre 18 e 26 anos, duas moças e cinco rapazes, todos sem antecedentes criminais
6 de maio de 2007 - Leia mais
Última atualização: 02/10/2007

Chacina do Jardim Tranqüilidade, Guarulhos (Grande São Paulo) - Três pessoas são mortas na quarta chacina em menos de 72 horas nas periferias da capital do Estado de São Paulo
9 de
Setembro de 2006 - Leia mais
Última atualização: 10/05/2007

Chacina de Parada de Taipas (zona norte de São Paulo) - No dia da independência do Brasil, 5 pessoas entre 24 e 50 anos são mortas por encapuzados que parentes crêem ser policiais
7 de setembro de 2006 - Leia mais
Última atualização: 02/04/2007

Chacina da Favela São Rafael, Guarulhos (Grande São Paulo) – Minutos após ataque a tiros ao carro de  um policial militar, dois rapazes e um adolescente foram assassinados naquilo que parentes e moradores asseguram ser uma represália
9 de julho de 2006 - Leia mais

Chacina de S. Bernardo do Campo e Diadema (Grande São Paulo): - Trezes pessoas, que supostamente iriam atacar guardas e agentes dos CDPs do ABC segundo um plano do PCC, são mortas por cerca de 70 policiais civis durante uma única manhã
26 de junho de 2006 - Leia mais

Chacina de Capão Redondo (zona sul de São Paulo - Cinco pessoas que não tinham nada a ver com o  foram assassinadas à queima-roupa por homens que se identificaram como "polícial"
16 de maio de 2006 - Leia mais

Chacina do Parque Bristol (zona sul de São Paulo) e posterior execução da única testemunha - Três rapazes são mortos por desconhecidos e o único sobrevivente é seqüestrado por policiais militares por algumas horas, sendo, quase sete meses depois, assassinado
14 de maio de 2006 e 10 de dezembro de 2006 - Leia mais
Última atualização: 18/04/2007

Chacina de S. Mateus (zona leste de São Paulo) - Cinco rapazes negros são assassinados por homens encapuzados, que se apresentaram como policiais, enquanto um sexto sobrevive.
14 de maio de 2006 - Leia mais

Chacina no Jaçanã (zona norte de São Paulo) - Três pessoas são assassinadas por homens conhecidos na região por serem policiais militares que fazem a segurança de bares e casas noturnas
23 de fevereiro de 2006 - Leia mais

Chacinas da Favela do Jardim Kennedy, Mauá (Grande São Paulo)Seis pessoas são assassinadas  em duas chacinas, em menos de seis meses, por policiais militares
23 de julho de 2005 e 10 de janeiro de 2006 - Leia mais

Chacina da Favela Jardim Portinari, Diadema (Grande São Paulo) - Mãe e dois filhos jovens são assassinados por um policial militar diante de cerca de 30 pessoas, com a ajuda e a passividade de mais seis colegas
4 de julho de 2005 - Leia mais

Chacina de Recanto Feliz, Francisco Morato (Grande São Paulo)Quatro pessoas são assassinadas em um bar por homens encapuzados que se apresentaram como policiais
2 de julho de 2005 - Leia mais

Chacina do Jardim Ataliba Leonel, Tremembé (zona norte de São Paulo). Seis pessoas são assassinadas à queima-roupa em um bar por seis homens mascarados que os vizinhos crêem ser policiais militares ou "gansos" (informantes da polícia). Entre os seis feridos, um deles veio a falecer dois dias depois
26 de junho de 2005 - Leia mais

Chacina do Morro do Samba, Diadema (Grande São Paulo). Cinco jovens com idade entre 14 e 22 anos foram baleados e morreram a caminho do hospital em um suposto tiroteio
22 de junho de 2005 - Leia mais

Chacina da Favela do Coruja (zona norte de São Paulo). Seis pessoas foram assassinadas à queima-roupa, ao que tudo indica, por policiais militares, enquanto uma sétima foi ferida mas sobreviveu
9 de fevereiro de 2005 - Leia mais

Chacina do Jardim Presidente Dutra (Guarulhos). Quatro adolescentes foram assassinados à queima-roupa em frente à casa de um deles, por três policiais militares, um quinto sobreviveu
19 de outubro de 2002 - Leia mais

Chacina de Caraguatatuba (Litoral do Estado de São Paulo). Quatro rapazes são mortos, aparentemente como "queima de arquivo" para obstruir as investigações do assassinato do prefeito de Campinas, Toninho do PT
2 de outubro de 2001 - Leia mais
 

CHACINAS

- As chacinas são relatadas pela imprensa como a matança de várias pessoas por homens não identificados, muitas vezes encapuzados.

- As chacinas são geralmente atribuídas pela Polícia Civil a acertos de contas entre traficantes. Porém é muito fácil a um bom observador distinguir quando elas são obras de civis, quando são praticadas por agentes do Estado.

- Nas chacinas praticadas por policiais, a matança pode ser precedida de um “aviso” ou “ameaça” feita por policiais fardados. Quando ela acontece – ao contrário dos acertos de contas entre traficantes – todas as pessoas que estão no local são mortas, além do possível alvo a ser atingido.

- Em seguida os matadores afastam-se com calma. Logo depois, sem que ninguém tenha chamado, chega a polícia fardada, recolhe as cápsulas deflagradas e os corpos, que são enviados para hospitais.

- A cena do crime é desfeita, impedindo a perícia.